.

.

Slide Show

...

12 dezembro, 2013

UMA PARCERIA NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO


"Cenários de mercados competitivos e internacionalização dos negócios exigem, cada vez mais, que instituições de ensino estejam atentas e direcionem seus cursos às necessidades reais das empresas. À medida que o contato entre a escola e empresa se transforma em parceria, ganham os dois lados envolvidos.
 
A escola passa trabalhar com seus alunos os conhecimentos e experiências necessários ao seu bom desempenho profissional. Em contrapartida, as empresas, na medida em que selecionam para seus quadros de colaboradores profissionais com formação mais próxima de suas necessidades, têm sua capacidade produtiva potencializada, já que tais profissionais vêm instrumentalizados com ferramentas técnicas e comportamentais demandadas para o trabalho. Deste modo, recebendo da escola profissionais com qualificação mais avançada as empresas podem redirecionar seus investimentos em treinamento, focando outras áreas e aspectos organizacionais.

Parcerias entre empresas e escolas são comuns em outros países, principalmente naqueles mais desenvolvidos tecnológica e socialmente – nos quais um sentimento de responsabilidade conjunta sobre os destinos do país faz parte do modo de ver os negócios e a educação. Tais parcerias compõem-se de um vínculo muito estreito entre as escolas e empresas no tocante à organização do currículo de ensino, na oferta de atividades práticas aos alunos, estudo e proposição conjunta de soluções a situações enfrentadas pelas empresas, chegando até à utilização de instalações da empresa para treinamento em seus equipamentos ou doação de equipamentos às escolas para que habilidades específicas possam ser desenvolvidas.

Em nossa experiência na área educacional, temos visto o quanto estas parcerias são produtivas. Na Opet, por exemplo, há o Conselho Empresarial, formado por entidades classistas, empresas e profissionais do mercado. O fórum discute e propõe aperfeiçoamento na grade curricular dos cursos, além de analisar o perfil dos alunos e as suas necessidades de desenvolvimento profissional."


Adriana Veríssimo Karam Koleski, Diretora Geral do Grupo Opet – Mestre em Educação pela De Paul University Chicago –
 IL, MBA em Gestão Empresarial pelo ISAE – FGV. Artigo publicado na coluna Opinião do jornal Aecic Notícias, pg. 6



Agradecemos a Brisanet Telecomunicações por receberem tão bem os nossos preciosos alunos para o Estágio Curricular Obrigatório no 2º semestre de 2013, apresentando inteira disposição em manter boa parte destes nos quadros da empresa.
É importante ressaltar também que os 02 megas de conexão de internet utilizados pela escola sofrerá um upgrade, passando para 10 megas à partir do dia vinte de dezembro, permitindo que os alunos e educadores da escola tenham um melhor acesso à pesquisa e ao desenvolvimento de novas tecnologias, ampliando as condições necessárias para que a parceria escola profissional/empresa se consolide como um pólo gerador de conhecimento e de mão-de-obra especializada.

Pereiro, 12 de dezembro de 2013.

Núcleo Gestor


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua participação é muito importante para o aprimoramento de nosso trabalho. Obrigado!

Últimas Postagens

Seguidores